Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



03
Dez16

206.

Na ânsia de escrever o que sentia, peguei na folha e escrevi tudo o que queria. O vento levou-a. Aconteceu novamente. E novamente. E habituei-me a deixar a folha cair e a vê-la ir. Com ela levou os meus pensamentos e os meus sentimentos. Nelas iam o amor por ti. Que a corrente te leve. 

Autoria e outros dados (tags, etc)