Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



27
Jan17

215.

Tenho máscaras. Uma para cada dia e uma para cada sentimento que quero esconder. Apenas na escuridão o meu verdadeiro se mostra; nesse escasso momento em que recordo que o mundo não me observa e que não existe ninguém a meu lado. Mas há dias em que custa mais do que outros. Nesses dias, o grito sai no murmuro, encho os pulmões de ar e (tento) emito sons. Ficam presos nas cordas vocais, e elas não vibram e fecham-se sobre elas mesmas, abatendo-se; abatendo-me por completo. E em silêncio fico, um silêncio angustiado. Consegues ouvir-me em silêncio? Se me ouvires, avisa-me; significa apenas que nos encontramos numa diferente sintonia, diferente da normal. 

Ouve o grito do silêncio, e deixa que ele te chegue ao ouvido. (Insanidade, realidade, saudade, ajuda).

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Luella Rose a 27.01.2017 às 22:52

Todos nós usamos máscaras, por vezes... acho que há alturas em que é necessário.
O texto está muito bem escrito, gostei muito!
Imagem de perfil

De V. a 28.01.2017 às 00:39

Sim, inúmeras vezes são necessárias. :)
Muito obrigada. ;)
Imagem de perfil

De brunosea a 08.02.2017 às 01:15

Já recebeste alguns sim's?
Imagem de perfil

De V. a 08.02.2017 às 19:49

Penso que sim. Talvez não com a palavra completamente escrita, mas subentendida.

Comentar post