Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



11
Out17

arruda

Nunca me senti completamente inserida na comunidade. Não fui pelos seus gostos, pelos seus interesses, pelos seus desejos. E gosto do cheiro de arruda. Nunca ambicionei o que a sociedade ambiciona. Nem desejei que sempre soubessem o que faço ou penso. E gosto do cheiro de arruda. 

Não concordo com os ideais que, muitas vezes, são exprimidos. Mas não os condeno - e espero que não me condenem a mim por pensar de maneira diferente. Temos livre arbitro. É necessário respeito pelas pessoas e pelo que pensam, independentemente de pensarem de forma igual ou diferente. Mas parece que se esquecem disso. 

E gosto do cheiro de arruda - mesmo que a grande parte das pessoas o abomine. 

Autoria e outros dados (tags, etc)