Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



07
Jul16

Café Saudade

É o velho que vira novo, e é o novo a sentir-se demasiado velho. O contemporâneo torna-se gasto, o antigo demasiado atual. É a saudade que nos entranha naquele típico coração português que se sente desgastado de si. É a solidão numa chávena de café, e o conforto que nos proporciona ao rodeá-la com as mãos e beber lentamente como se saboreia um beijo de boas-vindas. É café saudade, que me abraça pela manhã com a saudade dos meus amores mortos e o conforto de um chávena de café.

Autoria e outros dados (tags, etc)