Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



27
Out17

cheiro

As tuas roupas ainda contêm algum do teu cheiro. Mas, caramba!, sinto falta do teu próprio cheiro, do cheiro que ficava na tua passagem pela casa. Em cada canto, sinto-te pela casa, nesta ausência física. Nunca deixaste-me abandonada nesta vida - sinto-me tão perto de ti e tu tão perto de mim. Mas como te queria aqui, sentir os teus braços a envolver-me, sentir o teu calor próximo do meu corpo. E o teu cheiro, o teu cheiro é o que mais falta me faz. Cheirava a casa, a segurança - como se fosses a própria personificação da minha segurança, como a minha tábua da salvação e só a ti me pudesse segurar. Sinto falta do teu cheiro; cheiro efémero que se perde nas tuas roupas guardadas. Sinto a tua falta.

Autoria e outros dados (tags, etc)