Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



08
Jun16

cristal

Afogo-me em tristeza e deixo que ela me inunde em ternura. E, a partir desse momento, sou carência e solidão. Quebro sem me partir e reconstruo-me sem me modificar. Deixo-me perdida, mas encontrada em mim. Quedo-me em silêncio, e assim me deixo ficar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)