Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



04
Set17

da escrita

És inconstante - tanto me queres hoje para ti como amanhã já não me queres. Tanto me amas demoradamente, como de seguida me foges e deixo de te sentir em mim. Tanto de caneta em punho escrevo sem parar, como já não sei organizar as palavras em frases concisas e versos de amor e desamores. És como um amante que me procura durante a noite e que já não vejo durante o dia. És minha, tal como sou tua. Ou serás tu que me comandas?

Não sou pessoa de inconstantes - já não o sou, mas tu és o oposto de mim - inconstante e irregular. Fora da rotina. Nunca saberei se hoje é um bom dia para escrever ou se nada sairá. Ou se na noite me procurarás e tocar-me-ás corpo e mente e coração. Mas quero-te, oh como te quero! 

Serei eternamente tua amante. Eternamente e sempre amante de algo que faz parte de mim - a escrita. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Luella Rose a 05.09.2017 às 22:15

Mais um texto maravilhoso! :)
Beijinhos
Imagem de perfil

De V. a 07.09.2017 às 20:07

Muito obrigada, querida. (:

Comentar post