Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



05
Dez17

Escrevi,

..., mas as palavras não eram minhas e os sentimentos não eram meus. Os versos que vi eram difusos, confusos, misturados. Eram uma mixórdia de pensamentos e devaneios que ninguém queria escrever e ninguém queria ler. Não era meu todo o sentimento de paixão que me assolava nas noites solitárias e frias de inverno. Era teu? Só podia ser teu. Se não o era, alguém escreveu por ti. Não eram meus, não eram teus. Eram de ninguém. Um ninguém de alguém, porque ninguém é de ninguém, e o escrito é de ninguém.

Autoria e outros dados (tags, etc)