Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não te contarei que me apaixonei por ti. Não te contarei que te escrevi. Não te contarei que te imortalizei em palavras. Sem querer, beijaste-me num parágrafo, e eu respondi-te com um livro. Não te contarei que te leram por mim. Não te contarei a tola apaixonada que fui ao escrever-te cartas de amor. Não te contarei que as guardei como memórias do que vivemos. Não te contarei isto e muito mais. Contar-te-ei que te quis como nunca. Contar-te-ei que estou feliz. Mas nunca te contarei o quanto custou deixar-te seguir quando o meu coração queria agarrar-se com todas as forças a ti. Não te contarei nada, mas deixar-te-ei descobrires o que quiseres. A descoberta será tua, mas as palavras não serão minhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Luella Rose a 16.08.2017 às 21:30

Escreves tão, mas tão bem! Mais um texto maravilhoso! :)
Imagem de perfil

De V. a 16.08.2017 às 21:43

Muito obrigada, querida!
És uma querida por comentares tanto. :)

Comentar post