Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Talvez, um dia, te diga que ainda me vens ao pensamento. Ou te diga o quanto o meu coração palpita por ti mesmo após tanto tempo. Se um dia quiseres saber, pergunta-me. Talvez te diga a verdade. Talvez te minta. Mas para saberes a resposta olha-me nos olhos. Eles responder-te-ão à tua pergunta mesmo que a minha boca não queira pronunciar a palavra correta.

(pergunta-me hoje, e dir-te-ei que te amo)


20 comentários

Imagem de perfil

V. 12.09.2016

Sim, é verdade, nunca devemos dar completamente tudo de nós, porque ficamos vazios. Deve existir sempre algo que se tenha de manter apenas para nós. Intocável.

Obrigada. :)
És sempre bem-vinda. E eu continuarei a passar pelo teu cantinho. ;)

Comentar post