Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


09
Abr18

(dezasseis)

Dei-te uma palavra minha,

esperei um instante teu. 

Faltou-me um instante teu,

novamente um instante teu. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Abr18

262.

Num rasgo de saudade, desejei outro tempo, tempo esse que passou e que nada ficou, apenas aquelas memórias que me aconchegaram o coração e as tuas palavras - aquelas pelas quais me apaixonei. E, no meio de tantas palavras trocadas, a saudade ficou como recordação daquele que foi o amor do momento e que me aqueceu o coração.

Mas, no momento em que peguei na caneta, quis apenas te contar como por vezes tenho saudades - e nem sei bem do quê nem de onde vem tamanha saudade que me brota no peito. E o sentimento não me larga - e, por vezes, nem me deixei respirar a brisa da primavera que traz novos aromas no ar. E é nestes momentos que me permito apenas senti e saborear o momento, mesmo que venha carregado de melancolia. E sentir e deixar a brisa passar é tudo o quanto tenho feito ultimamente. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Fev18

Make a wish

Acredito em desejos - palavras lançadas ao mundo que atravessam o universo. São preces do fundo do coração e que tocam na alma. Talvez pressintas as minhas preces escritas em desejos espalhados pelo universo. Como palavras que te chegam à tua alma, te acariciam com suavidade e te aconchegam o coração. 

Se as palavras realmente te chegam por vias desconhecidas, ouve estas: 

Sinto a tua falta. E volta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pedi um café. Quando chegou, envolvi as minhas mãos à volta da chávena. O calor aqueceu-me as mãos. Tomei um gole, e o calor e o sabor envolveram-me como um abraço. E senti saudades tuas. Desejei que a chávena que me toca nos lábios fossem os teus lábios para um singelo beijo. E o abraço que me envolveu fossem os teus braços e o teu corpo próximo do meu, aquecendo-me.

E naquele momento saudoso, deixei que as memórias retomassem à superfície e deixei de estar no presente e voltei ao passado. Fui feliz e nostálgica. E o café acabou. Voltei ao presente, e o que me aqueceu foi o café. O coração acalmou. Levantei-me e fui viver. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Jul17

...

Passou uma fragrância no ar. Era em tudo semelhante ao teu cheiro. Recordo-me de como se fosse hoje do teu cheiro, e de como o meu coração se acelerava cada vez que o sentia. Mas tu foste embora, e eu fiquei apenas com a memória do teu cheiro tentando, desesperadamente, senti-lo em qualquer pessoa que cruza-se na rua. Não é igual; nunca será igual.

Autoria e outros dados (tags, etc)