Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



És o meu soneto - aquele que te escrevo e dedico com palavras de amor. És o meu vício - quanto mais te tenho, mais te quero. És como uma perdição das boas. Não me faltes nunca, digo-te esta prece em sussurro para que fiquei gravada em tua mente. És uma canção - aquela que escrevo enquanto penso em ti. Debaixo das tuas roupas, existe uma história sem fim, está o homem que eu escolhi, está o meu território, e todas as coisas que mereço por ser tão boa rapariga.

És parte minha, sou parte tua. E juntos somos uma palavra - amor

Autoria e outros dados (tags, etc)